Banner Governo do Estado

RADIO

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Camilo nega que tenha proposto para Luizianne retirar candidatura e prega respeito entre PT e PDT


O governador Camilo Santana disse, em conversa com colunista Inácio Aguiar (Diário do Nordeste), hoje (28), que nunca propôs à deputada federal Luizianne Lins que desistisse de candidatura na Capital. A articulação, segundo o chefe do Executivo, é no sentido de aproximar PT e PDT na Capital, para que tenham a mesma relação que ocorre no Estado. Os dois são os maiores partidos da sua base de apoio.

Conforme publicado por Inácio Aguiar, mais cedo, o governador entrou de vez nas articulações da corrida eleitoral em Fortaleza, após nova reunião com Luizianne e o ex-assessor de Relações Institucionais do Palácio Abolição, Nelson Martins.

“Nunca propus a Luizianne que desistisse de candidatura. O que defendo sempre é o diálogo, franco e aberto. Que PT e PDT tenham em Fortaleza a mesma relação de respeito que temos no Estado, e que tem trazido grandes resultados".
Segundo Camilo, essa articulação não é em relação à eleição. "Independente disso representar aliança no 1º ou no 2º turno".

A Coluna  já mostrou os movimentos do governador no sentido de abrir um debate nacional com o seu partido para tentar mediar a relação entre PT e PDT, uma vez que as duas maiores lideranças, Lula e Ciro Gomes, respectivamente, têm protagonizado episódios de trocas de farpa com certa frequência. Para isso, Camilo tem conversado com ambos.

A tentativa, segundo ele mesmo defendeu hoje (28), é de "uma aliança pelo bem de Fortaleza e contra um movimento de ódio e intolerância, que ameaça o país”, disse, ao alfinetar adversários.

Últimas notícias