quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Eunício confirma acordo com caminhoneiros e MPs da isenção para eixo suspenso e reserva dos fretes são aprovadas no Senado


Como assegurado durante a greve dos caminhoneiros, o presidente do Senado, Eunicio Oliveira, priorizou e colocou em votação nesta quarta-feira (08), a Medida Provisória (MP 833/18) que garante a isenção do pedágio para o eixo suspenso dos veículos de cargas que transitam nas rodovias brasileiras.
De acordo com o texto, a isenção da cobrança dos eixos suspensos (ou levantados) deve ser aplicada nas rodovias públicas (sejam elas federais, estaduais ou municipais) e ainda nas estradas que são administradas pelas concessionárias.
Durante a análise da medida, o presidente do Senado destacou o acordo com a categoria. “Participamos desse acordo e hoje essa Casa faz justiça à esses homens e mulheres que deixam suas casas e vivem nas estradas do Brasil, transportando cargas com muitas dificuldades. Esperamos que esse avanço traga melhores condições para esses batalhadores”, defendeu.
Os senadores também aprovaram a Medida Provisória 831, que reserva 30% dos fretes contratados pela Confederação Nacional de Abastecimento (Conab) para entidades autônomas de caminhoneiros. O preço do frete não poderá ser superior ao já previsto pela própria Conab.