sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Desembargadora do TJCE nega habeas corpus ao empresário Yuri do Paredão


A desembargadora do Tribunal de Justiça do Ceará. Maria Edna Martins, negou na quinta-feira (9), a liminar do pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do empresário Yuri Bruno Alencar Araújo, o "Yuri do Paredão". O empresário teve a prisão preventiva decretada na última segunda-feira (6), pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte, Gustavo Henrique Cardoso Cavalcante, depois que o vídeo, no qual, as imagens aparece Yuri do Paredão atirando várias vezes em direção a um empregado de seu sítio. O vídeo obteve ampla repercussão nas redes sociais.
Na delegacia de Juazeiro do Norte, Yuri do Paredão foi indiciado pelo delegado Juliano Marcula por porte de arma de uso restrito e disparo de arma de fogo. Para piorar a situação do empresário, a Polícia descobriu que a pistola utilizada pelo empresário pertence ao acervo da PM de Pernambuco.
Com a decisão, o empresário deve continuar preso e recolhido à Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (Pirc) à espera de nova decisão da Justiça.