Banner_head governo do estado

Banner_head camara fortaleza

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Executiva Nacional destitui Chiquinho Feitosa e entrega comando do PSDB a Tasso

 


A convenção estadual do PSDB estava marcada para ocorrer nesta quinta-feira, 4, e contaria com representantes históricos do partido no Ceará, além dos votantes. Esperava-se que tudo transcorresse de forma pacífica e sem muitos questionamentos ou surpresas, dado que o senador Tasso Jereissati (PSDB) já havia antecipado o apoio da legenda ao candidato Roberto Cláudio (PDT) à candidatura para o Governo do Ceará.

Entretanto, a calmaria passou longe da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), onde a convenção estava prevista para ocorrer. O presidente da sigla no Estado, Chiquinho Feitosa, mudou o local estabelecido para o evento (antes previsto para sala de imprensa), levou para um dos auditórios da Casa e antecipou o horário da votação, de 17 horas para as 16 horas. A manobra foi revelada ao O POVO por parte dos membros do Cidadania e do PSDB.

Indignados, parte descontente criticou o resultado da votação, que mudava a posição do partido para a neutralidade, retirando o apoio a RC. Dos 11 membros do colegiado, sete votaram a favor da neutralidade. Os quatro restantes não votaram, em forma de protesto.

Após a votação, Chiquinho deixou o local e passou a liderança da comissão para Antônio Nei. Segundo o edital de convocação da convenção, o grupo dos não votantes tinha até as 20 horas para se manifestar.

Entretanto, a guerra de bastidores falou mais alto e o comando nacional da federação PSDB/Cidadania interveio, destituindo Chiquinho Feitosa do comando da sigla no estado, anulando a convenção de ontem e dando poderes a Tasso Jereissati, posto como novo presidente.

Então, foram estabelecidos quais seriam os novos passos. Alexandre Pereira, presidente estadual do Cidadania - que também é vice-presidente da federação PSDB/Cidadania no Ceará -, deixou o auditório Murilo Aguiar para conversar Tasso.

Próximo das 20 horas, integrantes e militantes dos partidos retornaram ao auditório e solicitaram à comissão a revisão da ata partidária. Com a negativa, entoaram gritos de "golpe" e "ditadura". Aliados de Chiquinho deram continuidade à convenção, com a leitura da ata da cerimônia partidária.

o entanto, com a determinação da Executiva nacional da federação PSDB/Cidadania, foram anuladas as decisões do encontro de ontem. Os partidos irão realizar nova convenção nesta sexta-feira, 5, para chancelar as chapas para deputado estadual e federal. Assim como o apoio à candidatura à Roberto Cláudio.

Últimas notícias