Banner_head Governo do Estado

Banner_head camara fortaleza

sexta-feira, 4 de março de 2022

Residência Médica: Programa Ampliares oferta mais 69 vagas para 2022


Uma das ações prioritárias da Plataforma de Modernização da Saúde do Governo do Ceará, o Programa Ampliares – Ampliação e Regionalização das Residências em Saúde segue expandindo e democratizando a qualificação da força de trabalho em todas as regiões do Estado.

No último Processo de Seleção Unificado (PSU) para Residência Médica (editais 02, 03 e 04/2021), por exemplo, a iniciativa garantiu a oferta de mais 69 vagas, sendo cinco delas já disponibilizadas em seleções anteriores. O aumento é fruto de articulações feitas pela Escola de Saúde Pública do Ceará Paulo Marcelo Martins Rodrigues (ESP/CE), em parceria com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

“Essas novas vagas vão possibilitar a formação de mais especialistas, de forma regionalizada, e, futuramente, o engajamento desses profissionais nos equipamentos de saúde do Estado, garantindo a qualidade do serviço e maior cuidado ao paciente”, destaca a diretora de Educação e Extensão da ESP/CE, Olívia Bessa.

Com o aditivo, foram contemplados os aprovados nas áreas de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Medicina Intensiva, Medicina de Emergência, Medicina de Família e Comunidade, Obstetrícia e Ginecologia, Ortopedia e Traumatologia, Pediatria, Psiquiatria e Nefrologia, abrangendo diversas instituições. O grupo começou a atuar nessa terça-feira (1º), após ter cumprido as determinações estabelecidas em edital.

Segundo a gerente de Pós-Graduação em Saúde da ESP/CE, Alciléa Carvalho, há um diálogo constante com as Comissões Estaduais de Residências Médicas (Corems) dos hospitais da Rede Sesa, a fim de ter um acompanhamento ativo da demanda por novas vagas. “As tratativas para dilatar as oportunidades do certame buscam, também, garantir uma maior integração ensino-serviço alinhada à regionalização das redes de atenção estaduais”, acrescentou a gestora.

Atualmente, os programas de Residência Médica ocorrem nas cidades Fortaleza, Caucaia, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Iguatu, Quixeramobim e Sobral.


Seleção 2022

Inicialmente, estavam previstas 560 vagas para os programas de Residência Médica em 2022, distribuídas nas modalidades de acesso direto, pré-requisito e anos adicionais. Desse total, quase 49% (275 vagas) possuem o ato autorizativo – parecer da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) –, vinculado à ESP/CE ou recebem apoio educacional da autarquia.


Histórico

Lançado em dezembro de 2020, o Ampliares é um projeto aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica do Ministério da Educação (MEC) e realiza a formação de profissionais com o objetivo de fortalecer a rede de atenção a partir das suas necessidades regionais. A expectativa é de que, até 2023, sejam capacitados, somente no campo da Residência Médica, cerca de 140 médicos que atuarão diretamente nas unidades de saúde do Interior.


Residências

As residências em saúde constituem uma modalidade de ensino de pós-graduação lato sensu (especialização). Seus principais objetivos estão alinhados à promoção da educação em saúde e à promoção de recursos humanos para o Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, a ESP/CE mantém dois programas, sendo um de Residência Médica (RM) e outro de Residência Multiprofissional em Saúde. Juntos, possuem mais de 700 residentes em formação.


 

Últimas notícias