Banner Governo do Estado

Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Câmara de Fortaleza

RADIO

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Roubos de veículos reduzem 45% no balanço de 2019

Delegado Diego Barreto está à frente da DRFVC no Ceará.

Assim como os indicadores dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que fecharam 2019 com o melhor índice da década, os Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), que englobam os roubos em geral, também encerraram o último ano com estatísticas positivas. Em dezembro, por exemplo, o CVP chegou ao seu 31° mês de queda. Um dos seus recortes é o roubo de veículo, que reduziu em 45% se comparado a 2018, indo de 9.319 carros e motos roubadas para 5.128. Os dados foram compilados pela Gerência de Estatística e Geoprocessamento (Geesp) da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), vinculada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Essa foi a melhor redução nos roubos de veículos em sete anos. Até então, o melhor balanço havia sido registrado em 2012, quando ocorreram 6.359 crimes dessa natureza. Ainda de acordo com os indicadores criminais, todos os 12 meses de 2019 apresentaram retração se comparado ao ano anterior.

Só em dezembro, a diminuição foi de 35%, indo de 662 crimes para 432. Em novembro, a retração no roubo de veículos foi de 39%, indo de 728, no mesmo mês do ano passado, para 444, em 2019. Em outubro, a redução foi de 45%, caindo de 855 para 469 registros. Já em setembro, os números caíram de 699 para 356, com 49% de redução. Agosto, por exemplo, diminuiu de 637 para 417, correspondendo à redução de 35%. Em julho, a redução foi de 42%, caindo de 696 para 401 roubos de veículos. Em junho, a diminuição foi de 41%, passando de 768 para 454.

Em maio, foram 50% a menos roubos de veículo, passando de 860, no quinto mês de 2018, para 429, no mesmo período deste ano. Em seguida, vem o mês de abril, que passou de 816 casos para 442, o que corresponde a uma redução de 46%. A retração aconteceu também em março, quando os 913 roubos de carros em 2018 caíram para 472 neste ano, correspondendo a uma redução de 48%. Em fevereiro, a queda foi de 49%, indo de 794 para 405. Por último, janeiro, mês que registrou a maior queda percentual no ano, com 54% de diminuição, saindo de 891 para 407 casos.

Recuperação de veículos
Durante todo o ano, a Secretaria da Segurança Pública divulgou ações que culminaram na recuperação de veículos em até três minutos. A soma da tecnologia por meio do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia), com o videomonitoramento da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e o motopatrulhamento da Polícia Militar concretizaram a política de combate à mobilidade do crime. Ou seja, se a Segurança possui um controle maior dos veículos, os agentes poderão evitar, por exemplo, que carros e motocicletas roubadas ou furtadas sejam utilizados em novas ações criminosas. Além do impacto na redução de roubos, a recuperação também fechou com números positivos.

Em 2019, o índice de recuperação corresponde a 73% se comparada ao número de carros e motocicletas roubados/furtados. De 9.730 veículos subtraídos em ações criminosas, no ano passado, 7.120 foram recuperados pelas forças de segurança. Lembrando que o índice é o resultado da quantidade de veículos recuperados nos 12 meses de 2019 pela soma de veículos roubados e furtados no ano.

A maior redução percentual, no acumulado dos 12 meses de 2019, foi na Região Metropolitana, com redução de 46,5%: 2.736 (2018) e 1.463 (2019). Em seguida, vem Fortaleza, com 45,4% de queda: 5.642 (2018) e 3.078 (2019). Depois vem o Interior Norte, com 43,8% de diminuição: 1.453 (2018) e 816 (2019). Por último, o Interior Sul, com retração de 38,7%: 923 (2018) e 566 (2019). Só em dezembro, foram 258 ocorrências a menos no Ceará, se comparado com o mesmo período do ano passado. Isso corresponde à queda de 34,5% nos crimes, passando de 748 para 490.

Últimas notícias