Banner Governo do Estado

RADIO

sábado, 11 de abril de 2020

Vereadores do Crato pedem a isenção das taxas de água e iluminação pública para famílias de baixa renda

Preocupados com a situação da população cratense mais vulnerável diante da crise provocada pelo novo Coronavírus, os vereadores do Crato enviaram neste dia 9 de abril um Projeto de Indicação ao Executivo que pede a isenção de pagamento de serviços essenciais, como água e luz.
Moradores do Sítio Serrinha reclamam da falta de água em sessão na ...O Projeto prevê a isenção de pagamento da taxa de iluminação Pública, que é de arrecadação municipal, e a isenção em 100% na conta de água dos consumidores cadastrados na tarifa social do Serviço de Água e Esgoto do Crato (SAAEC).
No caso da isenção, em 100% da taxa de iluminação pública à população de baixa renda com consumo inferior ou igual a 220 kWh/mês, tornará possível  zerar a conta desses consumidores, dessa forma e nesse formato o benefício terá aplicabilidade fácil, pois já existe o cadastro junto a Enel e vem de fato e de maneira exequível beneficiar de forma contundente àqueles que de fato são os mais atingidos pelo isolamento social.
As medidas devem perdurar de 01 de abril a 30 de junho de 2020.
Assinaram o Projeto de Indicação os vereadores:

  • Antônio Adil Sampaio (PDT)
  • Florisval Sobreira Coriolano (PRTB)
  • Francisco Félix da silva -Tico da Serrinha (PP) 
  • Francisco Gilson Alves Lima - Professor Gilson (Avante)
  • Francisco Xenofonte Morais - Antônio de Mano (PT) 
  • José Nilton Brasil - Fernando Brasil (PP)
  • Maurício Almeida Filfo - Mauricinho (PDT)
  • Pedro Neto Lobo (PT)
  • Raimundo Amadeu de Freitas (PT)
  • Raimundo Soares da Silva - Guri (PP), 
  • Renan de Almeida Silva - Dr. Renan (Patriota)
  • Thiago Aragão Esmeraldo (PP) 
  • Ticiana ferreira Cândido França – Ticiana de Guer (PDT) V
  • Vicência Leandro Pinheiro (PMN).

A Câmara do Crato está atenta as principais demandas da população neste momento difícil e tem trabalhado mesmo no período de quarentena em prol dos mais necessitados.

Últimas notícias