Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Camara de Fortaleza

quarta-feira, 13 de março de 2019

Audic alerta para impacto da mineração em Quiterianópolis e defende o município


O deputado Audic Mota (PSB), em aparte a pronunciamento do deputado Acrísio Sena (PT), alertou sobre riscos e reforçou sua preocupação com os impactos dos deslocamentos de rejeitos da mineração de ferro no ecossistema do Rio Poty, na região do município de Quiterianópolis.

Ao mesmo tempo, o parlamentar tauaense fez questão de frisar que a abordagem do problema não deva descambar, em nenhum momento, para o risco de culpabilização dos gestores municipais. Tanto nos aspectos legais, fiscalizatórios e gerenciais, quanto nas questões de natureza econômica e socioambiental a envolver a viabilização do referido empreendimento.

"Dois pontos importantes: o início das atividades não foi sob a atual gestão. E segundo, essa mineradora não voltou a atuar por uma decisão clara e objetiva do atual gestor, de não ter interesse na renovação dessa atividade mineradora no município de Quiterianópolis. O que nos resta? Cuidar da parte ruim que ficou", disse Audic Mota.

Audic afirmou, ainda, que entre os todos os entes envolvidos, "a União reúne o maior número de interesses relativos ao caso. Até por se tratar de atividade mineradora, e em um manancial que corta mais de um Estado. "O município é o menor ente. É como você querer atribuir à pequena cidade de Brumadinho a culpa pelo desastre ambiental  de Brumadinho, por um dano daquela proporção", acrescentou.

Últimas notícias