Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Internações em enfermarias e UTIs por Covid-19 mais que dobram em apenas 2 semanas no Ceará


O número de pacientes internados com Covid-19 em enfermarias e UTIs públicas do Ceará mais do que dobrou em apenas duas semanas. Os índices vêm crescendo desde meados de dezembro. Em 4 de janeiro deste ano, 275 pessoas necessitavam de auxílios médicos em unidades do SUS no estado. Duas semanas depois, nesta terça-feira (18), o número saltou para 572.

Os dados foram colhidos às 15h desta terça na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Eles apontam para um aumento progressivo nas internações de pacientes com síndromes gripais ou respiratórias graves desde que a variante ômicron foi considerada como a majoritária em circulação.

Em duas semanas, os números de internados por UTI subiram pouco mais de 39%, saindo de 82 internações para 114. Contudo, as ocupações em unidades de enfermaria - que requerem cuidados menos invasivos - saltaram de 193 para 458, um aumento de 137%.

De acordo com o painel de vigilância genômica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por exemplo, no dia 5 de janeiro deste ano, 95% dos casos analisados no Ceará tinham características da variante ômicron. Isso porque a análise busca duas características específicas no vírus que não estão na variante delta. No painel da entidade, 98 casos eram prováveis ômicron e apenas cinco delta.


Últimas notícias