Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

domingo, 16 de janeiro de 2022

Famosos gritam "É 13" em quadro do "Caldeirão" e internautas associam a campanha por Lula


Durante a edição do “Caldeirão” deste sábado, 15, exibido na TV Globo e apresentado por Marcos Mion, uma cena chamou a atenção do público nas redes sociais. Na reta final do quadro “Tem Ou Não Tem”, participantes que foram convidados para a atração gritaram “É 13!” ao responderem à pergunta final do jogo. Nas redes sociais, usuários brincaram que seria uma campanha a favor de Lula (PT), pré-candidato à Presidência da República, pois 13 é o número eleitoral do Partido dos Trabalhadores.

O jogo reuniu quatro ex-participantes do BBB 21, sendo eles Viih Tube, João Luiz, Gil do Vigor e Camilla de Lucas, e quatro atrizes da série “As Five”, que foram Ana Hikari, Daphne Bozaski, Gabriela Medvedovski e Heslaine Vieira. Neste caso, a equipe “As Five” precisava de pelo menos 13 pontos para conquistar os R$ 30 mil de premiação do quadro.

“A gente precisa que 13 brasileiros tenham respondido o mesmo que você”, disse Mion. Ana Hikari, então, perguntou: “É 13?”. Em seguida, o apresentador confirmou: “Só 13!”. A participante percebeu a coincidência com o número do PT e passou a repetir a informação: “É 13! É 13!”. Gil também notou e começou a pular e a gritar o número com outros famosos.

Eles se juntaram no centro do palco para esperar pelo resultado. Dezenove pessoas responderam “mamadeira”, mesma resposta dada pela atriz diante da pergunta de “presente que as pessoas dão aos bebês”. Em suas redes sociais, Ana Hikari comentou que “nunca havia se divertido tanto em um programa”. “

"Só lembro de olhar para a cara do Gil e do João Luiz e vê-los arregalarem o olho quando comecei a falar ‘é 13!’. Quando vi, a gente já tava pulando e gritando ‘é 13, Brasil! Treze, treze, treze!”, publicou a atriz em seu Twitter. No “Tem ou Não Tem”, são formadas equipes e, ao longo da disputa, os participantes tentam acertar as respostas mais faladas por 100 brasileiros para perguntas variadas. ( O Povo)


Últimas notícias