Banner_head camara fortaleza

Banner_head Governo do Estado

sexta-feira, 21 de janeiro de 2022

Assembleia Legislativa já enviou informações sobre assessora de André Fernandes ao Ministério Público


O Ministério Público, por meio do promotor Aulo Silvio Braz, solicitou que a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) forneça documentos acerca do vínculo da assessora Maria Geane Pinheiro Moraes com a Casa. O MP abriu inquérito para investigar denúncia de que o deputado estadual André Fernandes (PL) teria uma assessora fantasma em seu gabinete que prestaria serviços para uma academia no mesmo horário do expediente no Legislativo.

O órgão solicitou ainda que sejam repassados dados sobre o “expediente que (a assessora) eventualmente cumpra naquela Casa, acompanhado de ficha de frequência”. O POVO apurou que a Assembleia já encaminhou as informações requeridas ao Ministério Público. Apesar disso, a Casa não deve se manifestar neste momento e aguardará as investigações.

O MP informou que pediria ainda que a academia Biofitness, local onde, segundo a denúncia, a assessora trabalharia no mesmo horário em que presta expediente na AL-CE, detalhe o eventual vínculo da profissional e especifique, caso seja necessário, os horários e condições em que ela prestou ou presta serviços para a empresa.

A informação sobre a abertura do inquérito foi divulgada anteriormente pelo colunista Carlos Mazza, do O POVO, que ouviu o deputado André Fernandes sobre o tema. Na última quinta-feira, 20, o parlamentar disse que ainda não havia recebido notificação do MPCE sobre o assunto, mas que estava "tranquilo e preparado" para prestar esclarecimentos.

Segundo Fernandes, a assessora “segue, como sempre, prestando seus serviços na forma devida e para a qual foi admitida". O parlamentar disse ainda que o vínculo mencionado com a academia se trataria de um estágio obrigatório para uma disciplina de curso universitário do qual a funcionária faz parte. ( O Povo)

Últimas notícias