terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Ex-prefeito de Missão Velha é considerado foragido

Após ser alvo de mandado de prisão decretado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), o ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro, foi procurado em sua residência e no consultório odontológico que mantém na cidade, mas não foi localizado. Ele agora é considerado foragido.
O mandado faz parte de uma operação de enfrentamento à corrupção deflagrado pelo MPCE, representado pelos promotores de Justiça integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), e alguns promotores da região do Cariri.

No total, seriam cumpridos três mandados de prisão. Uma ex-secretária de Finanças, Relvia Livia Sobreira de Lucena Gonçalves, que também não foi encontrada, é considerada foragida. O terceiro mandado foi cumprido com a prisão temporária da sócia do ex-prefeito em um posto de combustível, Francisca Macedo Miranda Roberto, que teria recebido irregularmente mais de R$ 60.000 do esquema.

Também há um mandado de prisão direcionado ao empresário Francisco Bezerra Lima, cujo endereço ainda está sendo localizado.

Foram cumpridos ainda sete mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados e no prédio da Prefeitura de Missão Velha. Efetuada também uma prisão em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. O marido de Francisca Macedo foi flagrado mantendo arma de fogo em desacordo com a lei e foi preso, mas pagou fiança e foi liberado.

Entenda o caso

As investigações remontam ao período da administração anterior, quando mais de R$ 7 milhões teriam sido transferidos da conta da Prefeitura para uma empresa de assessoria e digitação, supostamente de forma irregular, configurando indício de desvio de dinheiro do erário.

(O Povo)