terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Combate as fake news - Governo do Ceará divulga informações à cerca dos atentados no estado


As forças de Segurança do Ceará (policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários), além da Força Nacional, seguem atuando em todo o Ceará no combate aos atos criminosos registrados nos últimos dias. Equipes de diversas unidades policiais permanecem em diligências, mas as investigações estão concentradas na Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco).

✅Os resultados, até o momento ( 8/1):

> 168 pessoas foram autuadas por envolvimento nas ações criminosas, no Estado. Somente nessa segunda-feira (7), foram 20 pessoas capturadas pelas forças de segurança  do Estado. Até agora, 143 adultos foram presos e 25 adolescentes foram apreendidos.

> O Governo do Ceará iniciou, no domingo (6), a transferência de presos considerados perigosos para presídios federais.

> A frota  de ônibus tem garantido o transporte de passageiros. Desde a segunda-feira (7/1), a SSPDS e a Polícia Militar atuam com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus), com o reforço de 800 policiais militares por dia na operação.

✅Profissionais de segurança envolvidos:

> 29 mil profissionais de segurança do Estado do Ceará, entre policiais militares, civis, bombeiros, peritos e agentes penitenciários;
> Reforço de 500 homens da Força Nacional;
> 100 policiais militares do Estado da Bahia.
> 43 policiais e agentes de inteligência de Pernambuco, Piauí e Santa Catarina.

✅Administração Penitenciária

>Por determinação do governador Camilo Santana, estão sendo tomadas medidas duras e necessárias de combate ao crime organizado. A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) intensificou as vistorias dentro das unidades.

> Foram retirados 600 aparelhos de celular, além de televisores, em unidades de todo o Estado;

> Na segunda-feira (7/1), o Governo do Ceará empossou mais 220 novos agentes penitenciários, que passaram a atuar imediatamente. No decorrer deste ano, o Governo vai convocar mais duas turmas, contemplando mais de 650 servidores para o sistema penitenciário cearense.

>Essas ações enérgicas do Estado motivaram os atos violentos. Mas, conforme destacou o governador em seu pronunciamento no último sábado (5/1), o Estado endurecerá cada vez mais contra o crime.

✅Sobre as ações de combate ao crime organizado:

> Foi criada uma secretaria especialmente para a atuação rigorosa em todos os presídios, agindo com firmeza, dentro da lei e reforçando o comando do Estado.

> Reforço no sistema de segurança com a contratação de quase dez mil profissionais nos últimos quatro anos e a convocação de outros 600 profissionais para atuarem de imediato. O governador anunciou ainda que convocará mais profissionais nos próximos meses.

> Aquisição de novos e modernos equipamentos e mais de 2.100 viaturas, além de aeronaves; investimento em tecnologia e inteligência; construção de novos presídios, inclusive, de segurança máxima.

> Articulação do governador trouxe para o Ceará o primeiro Centro Integrado de Inteligência do País, que já está em funcionamento.

✅O governador Camilo Santana tem se reunido com toda a cúpula da segurança pública e tomado as medidas, bem como tem conversado de forma permanente com o ministro da Justiça e Segurança, Sérgio Moro, e com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo.

✅As ações de combate ao crime organizado devem ser feitas de forma cooperada entre estados e Governo Federal. Como tem defendido o governador Camilo Santana, é papel de todos proteger a população: Governos, Poder Legislativo, Justiça, Ministério Público, OAB e toda a sociedade civil.

✅ É importante que todos nós continuemos a esclarecer a população e combatamos as chamadas fake news, que prestam um desserviço ao estado e ao povo.