quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Campanha Ceará sem Drogas comemora 5 anos


A Campanha Ceará sem Drogas, idealizada pelo presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (foto), completa, neste dia 31 de janeiro, 5 anos de existência. Fortaleza foi o primeiro município a receber a mobilização, no ano de 2014.

“Este grande projeto, que teve a ajuda de todos os senhores deputados, faz com que o jovem pense várias vezes antes de ter curiosidade de experimentar qualquer droga. O número de dependentes é crescente em todo o mundo, e por isso, se faz necessária políticas públicas para o assunto”, afirma Zezinho Albuquerque.

O deputado se considera satisfeito com a evolução da Campanha, e pelo compromisso de continuidade da mobilização pela próxima Mesa Diretora da Casa.



Dia do Ceará sem Drogas



O governador Camilo Santana sancionou a lei nº 16.694/18, que institui o Dia do Ceará sem Drogas. A data será celebrada, anualmente, em 31 de janeiro e integrará o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Ceará.

A lei é oriunda do projeto de lei nº 53/2018, de autoria do deputado Joaquim Noronha, com coautoria do deputado Zezinho Albuquerque. A intenção dos parlamentares, ao apresentar a proposta, foi transformar a data em um marco para a prevenção do uso de entorpecentes e o enfrentamento da dependência química.



Efeitos da Campanha

Mais de 63 mil estudantes foram diretamente beneficiados com a Campanha, em 27 edições, realizadas em 25 cidades cearenses. Os jovens ouviram o relato do ex-jogador de futebol e comentarista Walter Casagrande, grande parceiro da iniciativa e que foi dependente químico durante muitos anos de sua vida. Casagrande narra toda sua trajetória antes, durante e depois do vício.

Fruto da campanha, foi criado o Fundo Estadual de Políticas sobre Álcool e Outras Drogas. O projeto de iniciativa de Zezinho Albuquerque foi aprovado por unanimidade pelos deputados estaduais e viabilizado pelo então governador Cid Gomes. O objetivo do Fundo é facilitar a captação, o repasse e aplicação de recursos destinados a execução das atividades do Sistema Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas. Alguns conselhos municipais sobre drogas também foram criados em municípios que a campanha Ceará sem Drogas percorreu.

Em prol da juventude cearense

Zezinho Albuquerque ressalta ainda outras ações para a juventude realizadas pela Casa do Povo, durante sua gestão à frente da Presidência da Assembleia: o Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, que recebeu recentemente o prêmio do Unicef pela elaboração do estudo “Trajetórias Interrompidas”, estudo considerado um dos três melhores (esta foi a primeira vez que o Brasil recebeu este reconhecimento); e o projeto “Parlamento e sua História”, que desde o início da sua gestão, contemplou 30 mil alunos de 763 instituições de ensino públicas e privadas.


“Foram seis anos como presidente da Assembleia, tivemos o prazer de contribuir muito com o crescimento do Estado, olhando verdadeiramente para a nossa juventude de uma forma mais carinhosa e atenciosa. Costumo dizer que tudo passa pela Assembleia, sou muito grato por esta equipe maravilhosa de funcionários, que fazem juntos com os deputados este Poder”, completa.