quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Ministro da Saúde diz que vai deixar o cargo em abril para disputar a eleição

Resultado de imagem para ricardo barros

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta quinta-feira (4) que vai deixar a pasta em abril para disputar a eleição deste ano. Barros, que quer concorrer a uma vaga de deputado federal, não deu uma data específica de quando vai se desligar do governo. Pela legislação, o ministro que for participar das eleições tem até o dia 7 de abril para pedir exoneração. Barros fez o anúncio durante uma entrevista coletiva no ministério sobre a execução orçamentária da pasta em 2017.
Nos últimos dias, dois ministros deixaram o governo com o objetivo de disputar as eleições: Ronaldo Nogueira (PTB-RS), do Trabalho; e Marcos Pereira (PRB), da Indústria e Comércio Exterior. A expectativa é que outros da equipe ministerial sigam o mesmo caminho.
O ministro também disse que na próxima semana deve ser anunciada uma nova política de combate e prevenção da febre amarela no país. Para ele, há um “excesso de zelo” nas notificações de possíveis casos da doença.
Com informação do Jornal O Globo