sábado, 6 de janeiro de 2018

Lei Eunício favorece milhares de cearenses na renegociação de dívidas rurais

Quase 200 mil agricultores cearenses foram beneficiados com uma lei que tramitou no Senado Federal, de autoria do presidente daquela casa legislativa, o senador Eunício Oliveira (PMDB). Trata-se de do projeto que agora se transformou em lei que permite aos trabalhadores e produtores rurais  regularizar suas dívidas contraídas na aquisição de equipamentos e insumos agrícolas.
Somente no Ceará foram regularizadas 41.738 operações, no valor de R$ 905,7 milhões. O dispositivo que foi batizado de Lei Eunício Oliveira, permitiu que fossem  regularizadas 41.738 operações, no valor de R$ 905,7 milhões, beneficiando milhares de agricultores locais.
Também no Ceará, aproximadamente 400.000 produtores deixaram para regularizar suas dívidas rurais em 2018, pela perspectiva de prorrogação dos benefícios da Lei Eunicio Oliveira até dezembro vindouro.
Massacrados pela seca, os agricultores e produtores nordestinos – especialmente os cearenses – encontraram na Lei Eunício Oliveira a chance de poderem renegociar suas pendências financeiras com os bancos. Empréstimos contraídos para a aquisição de sementes e equipamentos agrícolas agora poderão ser negociados para o devido pagamento junto às instituições financeiras.
Veja no quadro abaixo a quantidade operações de renegociação já realizadas pelos agricultores nordestinos.