Banner Dengue CE

Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Camara Fortal

terça-feira, 10 de março de 2020

Acusados de matar Marielle Franco vão à júri popular

A Justiça do Rio determinou, nesta terça-feira (10), que o PM reformado Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Vieira de Queiroz sejam julgados por júri popular pelas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Os dois respondem por homicídio triplamente qualificado.

O que se sabe sobre a morte de Marielle
"O embate entre a tese ministerial (do Ministério Público) e as defensivas deve ser decidido pelo Tribunal Popular", escreveu o juiz Gustavo Gomes Kalil, que considerou que a dupla agiu por motivo torpe, armou uma emboscada e dificultou a defesa das vítimas.

Marielle e Anderson foram executados no Estácio, bairro na Região Central do Rio, em 14 de março de 2018. Ronnie e Élcio estão presos há um ano, e a sentença os mantém em penitenciárias de segurança máxima.

O advogado de defesa de Élcio de Queiroz, Henrique Telles, afirmou que ele e outros advogados estão analisando a sentença e irão recorrer da decisão.

"Estamos analisando a sentença e vamos recorrer. Eu e o meu grupo de advogados, estamos analisando, examinando [a sentença]. A nossa contrariedade é com a pronúncia. Não há prova contra o meu cliente", afirmou o advogado.

(Portal G1)

Últimas notícias