Banner Governo do Estado

Banner Câmara de Fortaleza

Banner Prefeitura de Fortaleza

RADIO

quinta-feira, 26 de março de 2020

Ceará tem três mortes por coronavírus

O Ceará tem três mortes por coronavírus até esta quinta-feira, 26. São três idosos: dois homens e uma mulher. A informação dos três óbitos foi passada através de boletim do Ministério da Saúde, no fim desta tarde. No mesmo momento, o titular da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), Dr. Cabeto, anunciava duas as mortes por coronavírus no Estado. No início da noite, a assessoria da Sesa corrigiu a informação.

Cabeto defendeu as medidas adotadas pelo Estado em prevenção ao vírus, afirmando que é importante manter-se firme neste momento, não voltando atrás e fazendo uso de bom senso.

"Aceitamos opiniões para que a gente faça um debate franco e aberto, sem paixões, sem colocar as coisas em ordem de prioridade errada. Não se trata aqui em colocar economia na frente da vida ou vice-versa. Se trata em tomar decisões adequadas para salvaguardar a população do Estado do Ceará".

Segundo o secretário, a proteção e quarentena somente dos grupos considerados de risco não seria suficiente para conter o avanço da doença, já que o vírus poderia ser "levado" até os idosos e pessoas por comorbidades pelas pessoas consideradas saudáveis que tenham contato com a doença durante a circulação nas ruas. "Esse momento inicial, que nós tomamos essa decisão aparentemente dura, ela tem sido eficiente. Nós temos acompanhado de forma científica e em breve vocês vão ter à disposição em nosso site".

O plano de contingência que está sendo posto em prática no Estado vem sendo desenvolvido desde janeiro, logo depois da documentação da crise na China, primeiro epicentro do covid-19. Com o início da transmissão comunitária, as medidas de isolamento precisam ser mais radicais, conforme Cabeto.

O médico esclareceu que o recurso financeiro dirigido ao Estado do Ceará pela União equivale a R$ 2 per capita, somando um total de R$ 18 milhões. "Por decisão do governador e da Secretaria de Saúde, nós optamos em doar esses R$ 18 milhões em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os municípios do Ceará, entendendo que eles não tinham se preparado a tempo e que era necessário o nosso apoio". (O Povo)

Últimas notícias