Banner Governo do Estado

Banner Prefeitura de Fortaleza

Banner Câmara de Fortaleza

RADIO

sexta-feira, 27 de março de 2020

Comissões de Educação de todo o Brasil se unem para rebater discurso de Bolsonaro sobre volta às aulas presenciais


Por iniciativa e mobilização do deputado Queiroz Filho (PDT), presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Ceará, comissões de Educação de 12 estados brasileiros emitiram nesta sexta-feira (27) uma nota conjunta em oposição ao discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, que defendia o retorno das aulas presenciais das escolas, mesmo com os riscos de contaminação pelo coronavirus.

"Em virtude dos pronunciamentos do presidente da República, resolvemos fazer uma nota registrando a importância da suspensão momentânea das aulas. Claro que posteriormente as mesmas serão recuperadas. Mas defendemos o isolamento residencial como forma de proteger os estudantes, professores e servidores da educação. É o mínimo que poderíamos fazer para apoiar as medidas que o mundo todo está praticando para evitar o avanço rápido desta pandemia", disse Queiroz Filho.

Além do Ceará, assinaram a nota as Comissões de Educação das Assembleias Legislativas de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Roraima, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Outro tema citado na nota é a manutenção do fornecimento da merenda escolar durante o período de suspensão das aulas da rede pública de ensino. "Temos consciência que muitos estudantes oriundos de realidades vulneráveis dependem exclusivamente daquela refeição. Trata-se de uma pauta que foi discutida aqui no Ceará e medidas já estão sendo adotadas, como podemos ver os exemplos de Fortaleza e Sobral", explicou Queiroz Filho.

Últimas notícias