sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

TRE realiza retotalização dos votos e relação de eleitos não sofre alteração


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, através da Comissão Apuradora das Eleições 2018, realizou, nesta sexta-feira (14), a retotalização dos resultados da eleição, em face de decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que modificaram a situação dos registros de candidatos a deputado federal e deputado estadual.

A Comissão Apuradora das Eleições 2018 é presidida pelo desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo e composta pelo juízes do TRE-CE Alcides Saldanha Lima e Francisco Eduardo Torquato Scorsafava.

Reprocessamento

O TRE atualizou a situação dos candidatos deferidos pelos TSE e comandou no sistema a retotalização, que considerou válidos os votos para deputado estadual obtidos por Lia Ferreira Gomes (6.598) e Domingos Gomes de Aguiar Filho (2.118), bem como os votos para deputado federal de Maria Ediene Monteiro (1.560).

O procedimento modificou o quociente eleitoral para os cargos de deputado federal, que passou de 208.842 para 208.913, e para estadual, que foi de 99.375 para 99.564. No entanto, a ação não alterou as listas de eleitos. Estão mantidos os mesmos nomes já anunciados pela Justiça Eleitoral, apenas com o acréscimo dos candidatos na suplência das coligações.

Transparência

Além da comissão, estiveram presentes o juiz do TRE, Roberto Viana Diniz, os secretários de Tecnologia da Informação, Carlos Sampaio, e Judiciária, Orleanes Cavalcanti, servidores da Corregedoria, imprensa e representantes de partidos políticos.

"A Justiça Eleitoral atua de maneira séria e transparente, dando pleno acesso aos interessados para acompanharem o procedimento. Os relatórios gerados pelo sistema oficial serão divulgados na página do tribunal na internet e passarão a integrar o Relatório Geral de Apuração das Eleições 2018", afirmou o desembargador Haroldo Máximo.

(Assessoria do TRE)