sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Eunício participa da inauguração do Centro Integrado de Inteligência


Prevenir e combater com inteligência o crime organizado. Essa é a principal missão do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública - Regional Nordeste, inaugurado em Fortaleza, nesta sexta-feira (7). O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), partipou da solenidade, ao lado do governador Camilo Santana e do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.

O equipamento vai funcionar no Centro Administrativo Bárbara de Alencar, Palácio Iracema, e vai reunir agentes das áreas de segurança pública e de justiça de todos os nove estados do Nordeste e das forças nacionais.

Eunício ressaltou que a ideia de criar um Sistema Único de Segurança Pública nasceu no Ceará, e foi acolhida por Jungmann. "Com a anuência de todos os estados do Nordeste, o Ceará foi escolhido para sediar o Centro Integrado de Inteligência da região, e já aprovamos um fundo para financiar as ações de segurança pública nos valores de R$ 2 bilhões para 2019 e R$ 4 bilhões para 2020", anunciou.

Camilo destacou que o tema segurança pública tem sido recorrente no fórum de governadores, e que somente agora o Governo Federal teve a coragem de pautar, criar o ministério e implementar o Sistema Único de Segurança Pública. "O senador Eunício e o ministro Jungmann tiveram papel fundamental para que isso de tornasse uma realidade. O trabalho de ambos deixa um forte legado em defesa da segurança pública do Ceará e do Brasil", reforçou.

Jungmann enalteceu o pioneirismo do esforço conjunto para fazer da segurança pública uma questão de Estado. "Agora teremos um sistema nacional, com dados, políticas e avaliação", celebrou, ao ressaltar que agora há leis e metas a serem cumpridas.

Para Flávio Dino, governador do Maranhão, é preciso ação forte e integrada para combater o crime organizado. E a criação do Centro de Inteligência vem nesse sentido. "Essa é a verdadeira agenda que precisamos dar conta no Brasil. Não é glamoroso, mas é necessário. E um grande impulso para que se tornasse realidade veio do presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira", sustentou.

O governador do Piauí, Wellington Dias, celebrou o momento, que julga importante para que o Brasil conte com um Sistema Único de Segurança Pública e um fundo estrtururado. Para o secretário de Segurança Pública do Ceará, André Costa, o Centro Integrado de Inteligência será um marco para a segurança pública no país.