sexta-feira, 19 de setembro de 2014

15ª Romaria do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto será neste domingo no Crato

Mais de 3 mil pessoas deverão participar neste domingo (21) da 15ª Romaria o Caldeirão da Santa Cruz do Deserto, em Crato. O evento anual reúne caravanas de cidades da região e outras partes do Estado, para reverenciar a memória do beato José Lourenço e das vítimas do Caldeirão, além de fortalecer a atuação dos movimentos sociais e das pastorais da Diocese. Este ano, o evento comemora o Jubileu Diocesano.
O evento será iniciado a partir das 7h30, com missa presidida pelo bispo Diocesano dom Fernando Panico, às 8 horas, além de contar com apresentações de grupos de tradição. Distante cerca de 32 quilômetros da sede do Crato, todos os anos os fiéis católicos e as pessoas interessadas em conhecer um pouco mais da história do local, se deslocam pela estrada de terra até onde se estabeleceu uma das experiências comunitárias mais exitosas já realizadas no Nordeste. As vítimas do Caldeirão, conforme relatos históricos, mortas pelas milícias do governo, nos anos 30, são lembradas com homenagens. O sítio fica entre os distritos de Santa Fé e Dom Quintino.
Este ano, tema central da reflexão será “Preservando a Vida e a Cultura nas Comunidades”. O padre Vilecy Basílio Vidal, coordenador do evento, afirma que a romaria fará parte do encerramento da semana do EcoCaldeirão, realizada de 15 a 21 de setembro, com palestras nas comunidades além de um amplo debate nas escolas e meios de comunicação. Ele destaca que o evento, no domingo, será iniciado com a acolhida dos romeiros.
(Assessoria de Imprensa do Crato)