segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Juiza proíbe Antônio de Lunga de entrar na Câmara Municipal

A juíza da 1ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte, Ana Raquel Colares Linard enviou na última sexta-feira (20) ofício ao presidente da Câmara Municipal, Darlan Lobo (PMDB), proibindo o acesso àquela casa e seus anexos, do ex-presidente  Antônio de Lunga (PSC). Lunga e o ex-tesoureiro Ronnas Motos (PMDB) estão afastados preventivamente das funções desde o início do mês de setembro por determinação judicial para serem investigados por compras ilegais de material de limpeza, escritório e higiene.
No documento, a juíza também impede que Antônio de Lunga mantenha contato com quatro  servidores da casa que prestaram depoimento na Polícia durante as investigações do "Escândalo das Vassouras".
Antônio de Lunga só poderá entrar na Câmara e seus anexos, caso seja convocados para depor na Comissão Processante para apresentar sua defesa. A determinação será válida até que a Polícia e Ministério Público concluam as investigações.
A medida também atinge o vereador Ronnas Motos.