quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Acusações contra Antônio de Lunga marcam a sessão da Câmara Municipal nesta quinta-feira

Vereador Zé de Amélia fez várias acusações contra Lunga no plenário da Câmara
E como se previa começou a troca de acusações na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte.
Depois das denúncia feitas pelo ex-presidente da casa afastado Antônio de Lunga (ler tópico abaixo), o vereador Zé de Amélia Júnior contra-atacou com veemência seu ex-colega e até então parceiro, durante a sessão da tarde desta quinta-feira (26).
Zé de Amélia diz que a intenção de Lunga é mudar o foco das investigações sobre o escândalo das vassouras, onde Lunga é investigado. Amélia negou ter feito negociatas ou se apropriado de dinheiro público durante sua gestão à frente da Câmara. "Tudo que comprei, apresentei notas verdadeiras. Podem ter sido além da necessidade, mas estão aí pra quem quiser ver. Já ele (Lunga)) comprou as notas de terceiros e só apresentou a mercadoria depois que o escândalo veio à tona", disparou.
Por fim, Zé de Amélia acusou Antônio de Lunga de fraudar concurso público, crimes contra a administração pública e compras sem notas.
Disse ainda possuir gravações onde Lunga relata querer se apoderar de R$ 100 mil dos servidores através de convênios ser firmados ao longo de sua administração. O material deverá ser entregue logo que a Polícia ou a Justiça faça o pedido formal.
As duras palavras de Amélia foram refletidas pelo colegas vereadores, principalmente Cláudio Luz que cobrou de Amélia o por que de só agora está relando a denúncia.