segunda-feira, 5 de março de 2018

Programa Plantão Saúde Cirurgia - Campos Sales parte na frente e já entrega lista com prioridades nas cirurgias eletivas


Tão logo encerrada a solenidade, na qual, o governador Camilo Santana, lançou nesta segunda-feira (5), no Palácio da Abolição, o Programa Plantão Saúde Cirurgia, o prefeito de Campos Sales, Moésio Loiola, fez a entrega da lista de pacientes  que têm urgência e priorioridade na realização de cirurgias. A lista foi entregue na Secretaria de Saúde do Estado e encaminhada para a Central de Regulação. O documento contempla 33 pacientes que necessitam com urgência de cirurgia em várias especialidades, que vai da bariátrica até a traumatologia.
Nesta manhã, o governador Camilo Santana lançou a abertura de edital de chamamento público para empresas ou entidades filantrópicas da iniciativa privada que tenham interesse em se credenciar junto à Secretaria da Saúde para realização de cirurgias eletivas (que exigem procedimentos de alta ou média complexidade). O objetivo é de, através das parcerias, reduzir a lista de espera e trazer mais celeridade aos atendimentos em todo o Estado. Ao todo, serão destinados R$ 55,5 milhões para execução desses procedimentos.
Logo que todas as exigências do edital sejam cumpridas, a expectativa do prefeito Moésio Loiola é que a demanda de Campos Sales comece a zerar a fila de espera por cirurgia de alta e média complexidade do município. "Essa ação do governador veio em boa hora, pois nenhum município tem condições de arcar com essas cirurgias, e assim, a partir de agora, vamos tentar zerar a fila de pacientes em Campos Sales", afirmou o prefeito.
Qualquer hospital pode se credenciar, conforme o edital que vai ser publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira. “O Edital está sendo lançado com todos os procedimentos que o Estado tem interesse que os hospitais privados ou filantrópicos executem, com todos os preços. Então, é só o hospital se credenciar, para aquela especialidade e para aquele procedimento específico que deseja, e a Secretaria da Saúde já vai começar a repassar o nome dos pacientes e o local, e aí o hospital já faz a programação para a execução da cirurgia”, detalhou.