bnb

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Base de Argemiro Sampaio sofre primeira grande derrota na câmara municipal: vereadores querem transparências nas contas públicas de Barbalha

Base do prefeito Argemiro saiu derrotada pela oposição

A Câmara Municipal de Barbalha aprovou por maioria de votos, nesta quinta-feira (14), projeto de lei de autoria do vereador André Feitsoa, que visa dar mais transparência e moralidade nas contas públicas da gestão municipal. O projeto obriga a prestação de contas de todas as empresas públicas, sociedades anônimas, autarquias, sociedades de economia mista que o município e prefeitura sejam acionistas majoritários ou que a administração destas empresas seja indicação da gestão.
Com a aprovação da lei, os responsáveis pela administração do Balneário do Caldas tem por obrigação apresentar a prestação de contas de tudo que é arrecadado pela instituição, bem como dar satisfação ao legislativo do destino dos recursos que diariamente entram no balneário.
De acordo com André Feitosa, depois de 9 meses de gestão do prefeito Argemiro Sampaio nenhuma prestação de contas foi apresentada pela atual administração do Balneário do Caldas, sendo assim impossível saber para onde e como e o que está sendo feito com toda a arrecadação. Já o vereador Odair Matos informa que durante a gestão passada (Zé Leite) a prestação de contas era feita mensalmente pelo então administrador Bosco Sá.
O projeto de lei que agora obriga a prestação de contas e que foi apresentado pelo vereador André Feitosa, caiu como uma bomba sobre a base dos vereadores do prefeito Argemiro Sampaio que tentaram barrar o projeto votando contra a aprovação da lei que agora fiscalizará os recursos do Balneário.
No entanto para que a lei que permitirá que haja transparência na fiscalização dos recursos, é necessário que ela seja sancionada pelo prefeito Argemiro Sampaio (PSDB) que tem o prazo de 15 dias para recusar ou aprovar a lei.
Votaram contra a aprovação da lei de prestação de contas os vereadores:
Tarcio Honorato, Carlito, Rildo Teles, Rosa, Rosalio Amorim e Antônio Sampaio, se absteve o vereador Welton viera
Votaram a favor da lei que fiscalizará os recursos do Balneário do Caldas:
Dorivan Amaro, Cap. Marcos Alencar, Odair Matos, André Feitosa, Amilton Lira e Daniel, Joaõ Ilânio.
(Com informações do www.folhadocariri.com.br)