bnb

sábado, 7 de outubro de 2017

Câmara de Fortaleza concede Medalha Boticário Ferreira a jornalista Eliomar de Lima


A Câmara Municipal de Fortaleza realizou Sessão Solene nessa sexta-feira (6) para a outorga da Medalha Boticário Ferreira ao jornalista Eliomar de Lima. A homenagem foi proposta pelo vereador Eron Moreira (PP), através do requerimento 2756/2017, subscrito pelos vereadores Acrísio Sena (PT), e Adail Júnior (PDT), Carlos Mesquita (PROS), Raimundo Filho (PRTB) e Salmito Filho (PDT) e aprovado por unanimidade pelo plenário da Casa Legislativa. A solenidade foi presidida pelo presidente do Poder Legislativo Municipal, Salmito Filho (PDT).
Mesa foi composta pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio; Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente do Estado do Ceará, representando o governador Camilo Santana; deputado estadual Heitor Ferrer (PSB), representando a Assembleia Legislativa; pelo professor Rogério Teixeira, pró-reitor da UFC; Marcos Renan, representando o procurador-geral do Estado, Placido Rios; vereador Eron Moreira e pela jornalista Tânia Alves, Ombudsman do Jornal O Povo.
Em sua saudação ao homenageado e aos presentes, o vereador Eron Moreira disse que todos os vereadores gostariam de ter sido autor dessa homenagem, pelo grande respeito que têm ao homenageado. “Eliomar deve estar sofrendo, pois deixou de colher a notícia para ser a notícia. Ele está com o papelzinho no bolso só esperando uma oportunidade. Quando o prefeito chegou correu logo para entrevistá-lo, mas o prefeito disse que hoje a notícia é você”, disse.
Segundo Eron, as notícias que passam por Eliomar tem credibilidade. “Esse é um momento histórico, os 10 anos do Blog e quero parabenizar as pessoas que fazem o grande jornal O Povo, uma extensão da história de dona Albaniza Sarasate e continuado por seus familiares. O Eliomar é o 44o vereador, nunca vi tanta moral, pois basta ele dizer que uma rua está com um buraco que no outro dia o problema é resolvido. Eliomar receba o meu carinho e reconhecimento de toda a casa”, concluiu o parlamentar.
Eliomar, a esposa Socorro e os filhos

Em seguida o homenageado recebeu a Medalha Boticário Ferreira e ato contínuo fez seu pronunciamento de agradecimento. “Gostaria de agradecer a presença de todos os membros da mesa e de todos no plenário. Não sou muito de discurso, sou mais de ouvir as autoridades. Perdi umas 20 entrevistas ali. Mas estou muito feliz porque quem veio é porque gosta de mim. Sou um jornalista sem frescura, mas respeito os limites. Sei que temos que ter limites, pois representamos a população, mas nunca devemos querer ser autoridade. Sempre devemos ser vigilantes, fiscalizando os políticos e administradores, pois somos jornalistas mas somos contribuintes. Estou encontrando muitas pessoas queridas, como Fernando Maia, que me deu emprego no jornal O Estado. Ele me encontrou na Rádio Uirapuru e perguntou, que é esse menino feio. Estou hoje aqui representando os jornalistas que trabalham, que estão nas redações, nas emissoras de rádio, na TV que madrugam, não tem fins de semana. Enfim, estou feliz!”
Para não esticar muito, pois não gosto muito de discurso, e reclamo quando demoram muito. Quero dizer, que onde estiver, nós obrigação por procurar a felicidade. Eu tenho felicidade com minha Socorro França e com meus filhos e tenho um legado maravilhoso deixado por meu pai e minha mãe Nadir, e por meus irmãos, aqui representados por minha irmã Nádia. Estou aqui porque jornalismo pode ser suprapartidário. Os partidos são representados por siglas, mas o fundamental é buscar a cidadania. E o jornalismo é fundamentalmente cidadania. Muito obrigado a vocês!”, concluiu.
(Agência Fortaleza / Fotos: Divulgação)