bnb

sábado, 23 de setembro de 2017

Cunha diz que Funaro usou informações de sua proposta de delação em acordo e prepara ofensiva

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) vai à Justiça tentar anular a delação de Lúcio Funaro, seu antigo operador. O ex-deputado disse a aliados que trechos de sua proposta de colaboração –rejeitada pela PGR– foram enxertados no acordo do doleiro. Cunha garantiu a esses interlocutores que pode provar que Funaro narrou fatos aos quais não tinha acesso suficiente para conhecer em detalhes. A narrativa que Cunha quer pôr em xeque é peça-chave da nova denúncia contra Michel Temer.