quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Valor da cesta básica regional cai 2,5% no Nordeste

Nordeste fechou 2018 com queda de 2,5% no valor médio da cesta básica em relação à mesma base de comparação de 2017. A Região terminou dezembro com a cesta mais barata do Brasil, no valor de R$ 358,31. Segundo levantamento do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), nenhuma capital nordestina pesquisada apresentou incremento no valor dos alimentos.

As maiores reduções verificadas ocorreram em Salvador (-3,7%) e João Pessoa (-3,3%). Os declínios nas outras capitais foram: Aracaju (-1,9%), Recife (-1,9%), São Luís (-1,9%), Natal (-1,5%) e Fortaleza (-1,3%). A pesquisa feita com dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) não é realizada nas cidades de Teresina e Maceió.

Nesse período, os preços do conjunto de alimentos essenciais (carne, pão, banana, tomate, leite, manteiga, feijão, arroz, farinha, batata, açúcar, café e óleo) foram R$ 397,34 em Fortaleza, R$ 358,75 em Aracaju, R$ 353,40 em São Luís, R$ 345,21 em João Pessoa, R$ 343,82 em Salvador, R$ 341,40 em Natal e R$ 340,57 em Recife.

De acordo com lista regional, os bens alimentícios básicos com maiores variações foram: tomate (+24,6%) em São Luis; leite (+9,6%) em Salvador; e pão (+5,9%) em Fortaleza. Os maiores recuos registrados foram nos custos do feijão (-35,7%) em São Luis; banana (-28,1%) em Salvador; e tomate (-7,1%) em Aracaju.