sábado, 22 de dezembro de 2018

Grande cortejo da tradição abre Ciclo de Reis em Juazeiro do Norte


A abertura do Ciclo de Reis aconteceu no final da tarde desta sexta-feira, 21, com a realização de um grande cortejo que teve a participação de diversos grupos da tradição popular entre lapinhas, reisados, bandas cabaçais, coco, maneiro-pau e bacamarte, percorrendo a Rua São Pedro desde a Praça da Prefeitura, realizando o contorno pela Praça Padre Cícero, até o largo do Memorial, onde o Ciclo de Reis foi declarado aberto oficialmente.

O cortejo envolveu diretamente cerca 800 brincantes das mais variadas manifestações, com brincadeiras populares, e encantou lojistas, funcionários e transeuntes do centro comercial da cidade.
O Secretário de Cultura de Juazeiro do Norte, Renato Fernandes, enalteceu a disposição dos Mestres e brincantes em participarem do cortejo e lembrou da importância da Cultura Popular de Juazeiro do Norte que é referência para todo o Estado, o Nordeste e o Brasil. “Esse é um momento de festejo e de alegria e o envolvimento de vocês é de fundamental importância para que tudo isso aconteça”, disse Renato Fernandes.

Na chegada houve ainda uma homenagem ao Mestre Cachoeira e à Mestra Margarida, ambos octagenários e considerados os Mestres mais antigos da cultura popular de Juazeiro do Norte ainda vivos. Mestres de todos os grupos participantes do cortejo subiram ao palco para, juntos, entoarem cânticos e peças tradicionais da cultura popular em homenagem aos dois.

O Ciclo de Reis é uma promoção da Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Cultura e a organização é da Comunidade Zaila Lavor, Organização da Sociedade Civil (OSC) vencedora do chamamento público 004/2018 – Secult. 

O Ciclo de Reis continua com grande programação até o dia 6 de janeiro, em diversas áreas da cidade, com manifestações populares dos grupos de tradição e as terreiradas nas residências dos mestres da cultura.

(Assessoria de Imprensa)