terça-feira, 20 de novembro de 2018

Rodrigo Maia defende solução definitiva para gasto público e maior repasse da União a estados e municípios

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu nesta segunda-feira (19) que o Congresso Nacional ajude a encontrar solução definitiva para as contas públicas, especialmente com a destinação, para estados e municípios, de mais recursos da União.
“Não podemos a cada seis meses dar uma solução provisória aos prefeitos, aos governadores e à sociedade”, afirmou. “A gente precisa dar uma solução definitiva.”
Segundo ele, é preciso discutir as despesas públicas. “O problema não está no teto de gastos, o problema é que não tem como cortar para atender mais a saúde e a educação, porque está tudo comprometido com despesas obrigatórias ou incentivos fiscais”, continuou.
Rodrigo Maia participou nesta tarde do evento “Encontro dos Municípios Brasileiros com o Presidente da República”, na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM), em Brasília.
Reformas
O presidente da Câmara defendeu a reforma da Previdência dos trabalhadores do setor privado e dos servidores públicos. “O Brasil é um país tão injusto que o sistema de previdência é o maior programa de transferência de renda do mundo: o que ganha menos financia a precoce aposentadoria do que ganha mais”, afirmou.
Para Maia, a reforma da Previdência deve buscar um sistema igualitário, além de zerar o atual deficit. Em 2017, segundo o governo, as despesas no regime geral (setor privado) superaram as receitas em R$ 182,4 bilhões; entre os servidores públicos da União (civis e militares), essa diferença foi de R$ 86,3 bilhões.

Câmara Noticias