quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Protesto de policial em foto de Ciro com oficiais da PM será investigado pela CGD


Após se manifestar contra a candidatura de Ciro Gomes nas eleições presidenciais, o policial Rafael Lima da Silva, com 15 anos de corporação, será investigado pela Controladoria Geral da Disciplina (CGD). O órgão informou em nota, nesta terça-feira (27), a abertura de um processo disciplinar contra o policial que é vice-presidente da Associação dos Profissionais da Segurança (APS).

A denúncia é de que o policial publicou em seu Facebook uma foto de Ciro com oficiais da PM, durante as eleições, e escreveu na imagem: “Não me representa“.

Vivian Monteiro Magalhães, esposa de Rafael, usou as redes sociais para explicar à CGD que a crítica foi contra Ciro e não aos oficiais da corporação. Ela diz que o PM é contra os posicionamentos do FG desde quando ele chamou os policiais de “marginais fardados”, na paralisação da Policia Militar em 2011.

Em tempo

A divulgação do processo motivou outros policiais a iniciar uma campanha de apoio a Rafael nas redes sociais.

(Ceará News 7)