sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Prefeitura de Aurora mobiliza forças para combater incêndios na zona rural do município

Os constantes incêndios registrados em localidades rurais do município de Aurora têm preocupado a população pelo rastro de destruição observado em nossa vegetação, afetando diretamente a flora e a fauna da Terra do Menino Deus, sem contar o prejuízo material causado a proprietários de terrenos e a falta de pastagens para os animais.
Essa preocupação também tem sido da gestão municipal do prefeito Dr. Júnior Macedo, que desde o início dessas ocorrências tem disponibilizado todo aparato necessário, como máquinas e logística para possibilitar o trabalho dos homens do Corpo de Bombeiros, presentes no município quase que ininterruptamente a cerca de pouco mais de quarenta e cinco dias, com o intuito de debelar incêndios em várias comunidades.
Ao longo desse período, o prefeito Dr. Júnior Macedo tem mantido contato frequentemente com autoridades estaduais a fim de encontrar uma solução para este grave problema que aflige seus conterrâneos. O próprio governador do estado, Camilo Santana já foi contatado pelo Chefe do Executivo Municipal.
Para se ter uma ideia, um efetivo do Corpo de Bombeiros está no município desde a última segunda-feira. A prefeitura de Aurora tem colocado à disposição, maquinário e custeado alimentação e hospedagem a todos eles. A partir desta quinta-feira (22), a logística será ampliada para mais quinze brigadistas.
Na última segunda-feira (19) foi enviado ao município, pelo governador, um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (CIOPAER) para sobrevoar o local do incêndio, que se concentrava principalmente no sítio Unha de Gato.
Militares do Corpo de Bombeiros que estiveram a bordo da aeronave avaliaram a possibilidade de utilização de um helicóptero para combater as chamas pelo ar, porém descartaram a possibilidade pelo fato de o local onde se concentravam as chamas ser em uma região de serra, muito acidentada e possuir torres de energia de alta tensão.
Segundo a constatação dos bombeiros, o uso do helicóptero colocaria sua tripulação em risco, sem falar, que o reservatório mais próximo do local ficava a uma distância considerável, o que dificultaria a ação. Não seria eficaz a ação pelo fato de a aeronave levar muito tempo entre o abastecimento da bolsa e seu lançamento sobre o fogo, disse um dos homens do Corpo de Bombeiros.
Posteriormente, os focos existentes no sítio Unha de Gato foram controlados, porém novos focos surgiram simultaneamente partindo para a região do sítio Ribeiro, o que provocou intensa queima da vegetação nativa e pastagens de animais, complicando o trabalho dos Bombeiros, levando em conta a alta temperatura e o tempo seco registrado atualmente.
Nesta quarta-feira (21) além dos 30 homens do Corpo de Bombeiros, que trabalhavam para controlar grandes focos de incêndio no sítio Ribeiro, o Ibama enviou ao local 15 brigadistas para auxiliarem no trabalho.
Dr. Sebastião Rangel esteve durante todo o dia de ontem acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros, representando a gestão municipal, oferecendo todo suporte necessário. Ele afirmou que a alta temperatura e a forte ventania contribuem para surgimento de novos focos, uma vez que a região do sítio Ribeiro é formada por serras, portanto, locais de difícil acesso. O vento lança fagulhas para longe, originando novos focos, disse.
A secretaria Municipal de Agricultura, através do chefe da pasta, José Dácio de Souza também tem acompanhado de perto e dado o apoio necessário para o combate dos incêndios.

Assessoria de Comunicação