segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Em entrevista juiz Sergio moro defende afastamento de ministros investigados

Em entrevista ao programa do Fantástico, da Rede Globo,  na noite de ontem (11) o Juiz Sergio Moro e futuro ministro da Justiça falou sobre vários assuntos, entre os principais falou sobre como ele aceitou a proposta par ser ministro da justiça, onde destacou: "O grande motivador dessa aceitação do convite foi a oportunidade de ir a Brasília numa posição de poder elevada de ministro da Justiça e poder implementar com essa posição uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado que não se encontram ao alcance de um juiz de Curitiba".
 Também falou sobre  a luta contra o crime organizado com leis mais duras, todavia o ponto auge da entrevista foi sua agenda anticorrupção, onde ele defendeu o afastamento de ministros caso as denuncias sejam consistentes. "Tem que ser avaliado. Acho que é uma falácia que se ouviu no passado que é preciso esperar o trânsito em julgado. Defendo que em caso de corrupção se analise as provas e faça um juízo de consistência", ainda destacou que se necessário pode auxiliar Jair Bolsonaro em decisões sobre afastamentos de ministros, frisou as palavras do presidente eleito que ninguém seria protegido caso surgissem casos de corrupção. "Eu não assumiria o papel de ministro da Justiça com o risco de comprometer a minha biografia, o meu histórico. Concluiu o juiz