sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Audiência pública discute a realização de concurso público no município de Crato

Proposta pelo vereador Amadeu de Freitas (PT) aconteceu na manhã desta quinta-feira no plenário da Câmara uma audiência pública para discutir a realização de concurso público no município e a carência de pessoal.
O promotor de justiça Dr. Cleiton Bantim da Cruz foi um dos convidados presentes e destacou que uma das principais necessidades do município é a contratação de funcionários efetivos já que inúmeros cargos são preenchidos de forma temporária. Ainda explicou que o último concurso realizado em 2011 tem um prazo de validade e só serão nomeados aqueles que não assumiram por conta da contratação de funcionários temporários e para as demais situações o concurso já expirou.

O secretário de finanças do município Carlos Eduardo Marino também esteve presente na audiência e afirmou que existe um processo judicial que impede a realização de concurso. Também declarou que o município não tem carência de pessoal e sim uma necessidade de adequação dos mesmos. Ainda ressaltou que foi feita uma correção por parte da gestão, de acordo com a recomendação do Ministério Público, e hoje existem menos de 300 cargos comissionados para um contingente de 4000 funcionários.

Ainda estiveram presentes a secretária de administração do município Agueda Duarte e o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Crato Dr. Oldack César que também participaram das discussões, além da comunidade surda representada pela presidente da associação cratense de defesa da comunidade surda Sônia Sales que destacou a necessidade de professores com formação em letras-libras nas escolas e universidades.
Deverá ser feito um concurso público no início de 2019 ofertando no mínimo 50 vagas. 


Assessoria de Imprensa