segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Promotora de Justiça Alessandra Magna é condecorada com Título de Cidadã Cratense

A promotora de justiça Alessandra Magna, da comarca de Juazeiro do Norte, recebeu neste domingo (30) o título de Cidadã Cratense, em solenidade realizada no restaurante Viledo. O projeto que concedeu a comenda é de autoria do vereador Fernando Brasil.
Além da homenageada, estiveram presentes o prefeito Zé Ailton Brasil; os vereadores Ticiana, Bebeto Anastácio, Fernando Brasil, Florisval Coriolano, Adil, Guri e Tico da Serrinha. E ainda, os familiares da promotora e os amigos, os também promotores Davi Moraes e Silderlândio Nascimento. E os secretários Eduardo Teles, Adjunto de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial; e Tiago Ribeiro, Adjunto de Desenvolvimento Agrário e Recursos Hídricos.
O vereador Fernando Brasil disse que foi uma alegria fazer a proposição do título, destacando características da homenageada. “É uma alegria oferecer este título a senhora que conheço a muito tempo, quando trabalhou com a minha esposa no Decon. Sempre foi uma bela pessoa, humilde, de um carisma inexplicável que deixa sua marca onde passa”.
O prefeito Zé Ailton afirmou que o título era para ter saído há muito tempo. “Não escolhemos onde nascer, mas escolhemos onde morar. E você Dra. Alessandra, escolheu a cidade do Crato. Dizem que somos bairristas, mas nós temos é muito amor por nossa terra. Quem é daqui tem aquela alegria de dizer “eu sou do Crato” e isso nos impulsiona a cada dia a lutarmos por uma cidade melhor”, comentou.
Hoje quem ganha o presente é a cidade do Crato, segundo as palavras do prefeito. “Ganhamos mais uma filha que é exemplar e tem um currículo invejável. Uma filha que há muitos anos mora no Crato e aqui teve seus filhos e seu grande amor, mas acima de tudo, fez muito para merecer esse título. Além disso, colocou um tijolo em cada canto do Crato para que nossos filhos tenham um futuro melhor”, ressaltou.
A homenageada recorreu a textos de Dom Helder Câmara e Madre Tereza de Calcutá para agradecer o título. Textos que falaram de trabalho e responsabilidade social. “Enquanto cidadão temos um dever social e agora como filha aumenta ainda mais a minha responsabilidade. Tenho compreensão da minha responsabilidade enquanto cidadã e promotora de justiça”, disse.
A nova cratense frisou que está muito feliz com o título, bem mais que a heroína cratense. “Me sinto mais feliz que Bárbara de Alencar, que recebeu esse título pós morte e, eu recebo este título em vida”, disse emocionada. O amor por esta terra alencarina, segundo ela, começou bem antes de vir trabalhar aqui. “Nas brincadeiras de adolescente eu já dizia que queria morar aqui quando casasse. De coração eu já era cratense”. Agradecendo à comenda, disse: “fiquei muito feliz em me oferecer este título, essa adoção e fiquei muito honrada. Enquanto filha adotada, eu que já tinha tanto amor pelo Crato, sendo agora, filha, eu prometo ser uma boa filha”.
Os amigos também se pronunciaram, afirmando como ela era merecedora da comenda, parabenizando-a e ressaltando o trabalho da homenageada, o zelo e o cuidado para com todos a sua volta.

Assessoria de Imprensa