quinta-feira, 25 de outubro de 2018

MPCE apoiará medidas para combater focos da peste suína

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) discutirá, nesta quinta-feira (25), estratégias para apoiar o combate à peste suína. As ações serão definidas por representantes do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (Caomace), Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) e Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) durante reunião que acontecerá às 9 horas, na sede do Decon à Rua Barão de Aratanha, 100, Centro, em Fortaleza.
O apoio formal do Ministério Público foi definido em encontro realizado hoje na sede da Procuradoria Geral de Justiça, quando a vice-procuradora-geral de Justiça Vanja Fontenele recebeu o presidente da Adagri, José Jaime Bezerra, o diretor de Saúde Animal, Amorim Sobreira, o secretário estadual de Agricultura, Pesca e Aquicultura, Euvaldo Bringel, o agente do Núcleo de Operações Especiais da PRF, Davi Rangel, o superintendente regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Ceará, Marcos Sena, e o representante da Aprece, Nicolas Arnaud Fabre.
O presidente da Adagri solicitou ao MPCE a adoção de medidas legais junto às Prefeituras para garantir o cumprimento das barreiras sanitárias. Também esteve em pauta na reunião desta quarta-feira (24), a fiscalização do trânsito de animais pela Polícia Rodoviária Federal, a presença de animais em feiras municipais irregulares, o cadastramento de criadores suínos nos municípios, maus tratos aos animais nas feiras e no transporte e abates clandestinos.
O foco de peste suína clássica (PSC) foi confirmado, inicialmente, no município de Forquilha no dia 6 de outubro e, atualmente outros três municípios cearenses apresentam focos da doença: Groaíras, Santa Quitéria e Varjota. Segundo a agência agropecuária, os focos estão sendo saneados com o objetivo de controlar e erradicar o agente da PSC o mais rápido possível, evitando a disseminação da doença e reduzindo ao máximo as perdas produtivas e econômicas decorrentes. Os casos suspeitos devem ser imediatamente comunicados à Adagri pelo telefone: 0800 280 0410.

MPCE