quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Haddad tenta se aproximar de Tasso Jereissati

Durante entrevista no Roda Viva na segunda-feira, 22, o presidenciável Fernando Haddad (PT) comentou sobre ligação feita ao senador Tasso Jereissati (PSDB). Tecendo elogios ao tucano, o petista afirmou que o motivo da ligação foram as críticas ao PSDB feitas por Tasso, antes do primeiro turno. "(Disseram) que eu não tinha entendido o recado do Tasso. Eu falei: 'bom se eu não entendi, eu vou fazer o gesto de me aproximar'", afirmou.
A reportagem tentou entrar em contato com o tucano para saber detalhes sobre o contato, mas as ligações não foram atendidas. Contudo, durante o primeiro turno, o senador cearense não quis dividir palanque com Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha do General Theophilo (PSDB) para o Governo do Estado.
O deputado federal José Guimarães afirmou que Haddad "está ligando para todas as lideranças políticas que tenham compromisso com a democracia", mas que não tinha maiores detalhes sobre a ligação para Tasso Jereissati.
A tentativa de Haddad de "reestabelecer relações", contudo, não deve alterar o posicionamento do PSDB. A legenda afirmou que "a Executiva Nacional decidiu liberar seus filiados. Essa posição não foi alterada". No Ceará, o posicionamento é o mesmo.
O deputado estadual Carlos Matos (PSDB) afirmou que uma mudança "não está nem sendo discutida" na sigla, enquanto o presidente do PSDB Ceará, Francini Guedes, afirmou que não vota no PT. Alguns tucanos já confirmaram apoio a Bolsonaro, como Theophilo e o deputado federal eleito Roberto Pessoa.

(O Povo)