terça-feira, 25 de setembro de 2018

Mais de 250 mil cearenses já têm o e-Título no celular


O aplicativo e-Título, lançado no final de 2017, já está em 253.825 celulares de eleitores no Ceará. A novidade traz os dados atualizados sem a necessidade de obter uma segunda via do documento nos postos de atendimento presenciais.

Os eleitores que estão em dia com a Justiça Eleitoral e desejam apenas a impressão da segunda via do título podem ficar despreocupados, pois o aplicativo e-Título substitui o documento na hora de votar. Eleitor com biometria cadastrada não precisará levar outro documento, apenas apresentar o título digital.

Como baixar

O app está disponível para iPhone(iOS), smartphones (Android) e tablets. Ele apresenta os dados da zona eleitoral do usuário, a situação cadastral do eleitor em tempo real, como chegar no local de votação e os locais de justificativa. Após baixá-lo, é necessário que o eleitor insira seus dados pessoais.

Prazo 2ª via

Os eleitores têm até o próximo dia 27/9 para solicitar a segunda via do título, antes das eleições, caso não tenham mais o documento original.

De acordo com o Código Eleitoral, o pedido de 2ª via só pode ser feito até 10 dias antes do pleito, para quem estiver dentro do seu domicílio eleitoral. Basta procurar o cartório eleitoral onde é inscrito, com documento de identidade oficial com foto e solicitar o novo documento.

Com o e-Título, o eleitor tem mais comodidade para obter o documento, que pode ser baixado a qualquer tempo.

Disque Eleitor e Portal

O TRE disponibiliza o serviço de atendimento Disque Eleitor pelo telefone 148 (válido para fixos e celulares com créditos válidos) para dúvidas, esclarecimentos ou consulta sobre seção e local de votação. O atendimento é das 7h às 19h, diariamente.

Através do portal do TRE na internet (www.tre-ce.jus.br), o eleitor também poderá consultar seu local de votação e seção, bastando informar nome completo, data de nascimento e nome da mãe.

Títulos desatualizados

No Ceará 753.344 eleitores estão com o título desatualizado, em razão do rezoneamento, implementado pelo TRE, em 2017. São 490.791 só em Fortaleza, e 262.553 do interior, tiveram alterações nos números da zona e da seção, podendo causar transtornos no dia do pleito.