sábado, 15 de setembro de 2018

Coligação de Eunício entra com representação contra Eduardo Girão; O candidato contesta em nota


A coligação majoritária “A Força do Povo” (MDB/PHS/AVANTE/SD/PSD/PSC/PODEMOS/PRB) entrou com representação nesta sexta-feira (14) contra o candidato do Pros ao Senado, Eduardo Girão, por fraude eleitoral.

Segundo a denúncia, Girão teria divulgado hoje, no Facebook e no Instagram, uma falsa pesquisa em que aparece em segundo lugar nas intenções de voto, com 17%, enquanto Eunício Oliveira (MDB) teria apenas 2%. A representação é assinada pelo advogado Anderson Queiroz Costa.

O Tribunal Superior Eleitoral prevê multa entre R$ 53.2 mil a R$ 106,4 mil, em caso de divulgação de pesquisa sem registro ou fraudulenta, além de detenção de seis messes e um ano, em caso de fraude.

Outro lado
A campanha do candidato o Senado Eduardo Girão (PROS) esclarece que não divulgou pesquisa eleitoral em suas redes sociais. O gráfico público, elaborado pela Google Trends, indica o interesse dos usuários pelo nome dos candidatos, sem qualquer conotação de pesquisa eleitoral. Há indicação da fonte na imagem veiculada em redes sociais, ao lado direito da arte.
Diz ainda que com a credibilidade e seriedade que marca sua ativação, o Jornal O POVO publicou ainda os dados do gráfico público da Google Trends, que indica o interesse de internautas divulgados na imagem veiculada em redes sociais, na coluna “Nas Redes”, do repórter Daniel Herculano, desta quinta-feira (14), conforme imagens anexas, e no portal digital do veículo (link: https://www.opovo.com.br/jornal/politica/2018/09/google-trends-aponta-interesse-dos-eleitores.html).

(Blog do Elioamr/O Povo)