terça-feira, 11 de setembro de 2018

Camilo tem 63%, General, 6%, Aílton, 2,6% e Hélio Góis, 1,4%, aponta pesquisa jornal O Estado/Ampla


O governador Camilo Santana (PT) segue isolado na disputa por mais um mandato à frente do Executivo estadual somando 63% das intenções de voto. Ele é seguido à distância pelo candidato do PSDB, General Theóphilo, que aparece com 6%. É o que revela a pesquisa Ampla, contratada pelo jornal O Estado para sondar a intenção de votos na corrida para a sucessão estadual. Esta é a primeira pesquisa sobre a eleição no Ceará após o início da propaganda eleitoral.

Na sequência, aparecem Ailton Lopes (Psol) com 2,6%, e Hélio Góis (PSL) com 1,4%. Os candidatos Mikaelton Carantino (PCO) e Francisco Gonzaga (PSTU) não somam 1% das intenções, atingindo, respectivamente, 0,6% e 0,3% da preferência do eleitorado pesquisado.
Ainda segundo a pesquisa, brancos e nulos somam 16,9%. Não sabem/não responderam somam 9,2%.

Votos válidos

Se forem considerados apenas os votos válidos, Camilo Santana aparece com 85,3%, enquanto General Theophilo tem 8,2%. Ailton Lopes (Psol) soma 3,5% e Hélio Góis (PSL) tem 1,8%. Não somam 1% das intenções de voto os candidatos Mikaelton Carantino (PCO), com 0,9% e Francisco Gonzaga (PSTU) com 0,4%.

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Rejeição

Os candidatos que mais registraram rejeição na pesquisa do Ampla/O Estado foram General Teophilo e Ailton Lopes, com, respectivamente, 15,7% e 13,4%. O atual governador Camilo Santana, que disputa a reeleição, tem 9,1% de rejeição. Já o candidato Hélio Góis é rejeitado por 8,2% dos entrevistados, enquanto Francisco Gonzaga e Mikaelton Carantino possuem rejeição de 7% e 5,1%, respectivamente. A opção “votaria em qualquer um deles” soma 11,3% e “não votaria em nenhum deles” chega a 9,1%. Já os eleitores que afirmaram não saber em quem votar totalizam 21,2%.

Espontânea

Na modalidade espontânea (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte: Camilo Santana (PT) tem 32,8% e General Theophilo (PSDB) soma 3,1%. Cid Gomes (PDT), que disputa o Senado e Ciro Gomes (PDT) candidato à presidência da República pontuaram somando, respectivamente, 2,1% e 2% das intenções de voto.

O percentual de eleitores que declaram votar em “ninguém”, “branco” ou “nulo” soma 11,2%. O maior percentual ficou para os que declaram não saber em quem votar, totalizando 46%.

(Jornal O Estado-Blog do Eliomar)