sábado, 1 de setembro de 2018

A grande elite "quer ver o cão", mas não quer ver o Ciro, diz Cid em inauguração de comitê


O candidato do PDT ao Senado, Cid Gomes, defendeu a personalidade forte do irmão, Ciro Gomes, durante discurso na inauguração do comitê de Ciro, Cid e Camilo, na noite desta sexta-feira, em Fortaleza. "O pavio curto dele é pra quem é corrupto. A impaciência dele é contra a injustiça e a má distribuição de renda. A elite 'quer ver o cão', mas não quer ver o Ciro", afirmou.
A noite foi de festa. Militantes, apoiadores e lideranças políticas cantaram a certeza da vitória no dia 7 de outubro. Estiveram presentes na inauguração os presidentes da Câmara Municipal, Salmito Filho, e da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, e o governador Camilo Santana.
Camilo declarou que as eleições são um chamado para o povo brasileiro transformar o país. "Vamos arregaçar as mangas. Eu peço o engajamento de cada um para conversar com os amigos, bater um papo com os colegas de trabalho. Nós precisamos dar um novo rumo ao Brasil", disse o governador.
O presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque, disse que Ciro, toda vez que foi chamado para um desafio, nunca decepcionou. "Foi prefeito, governador, ministro, fez grandes obras, o Plano Real. Vai fazer um grande trabalho na Presidência da República", finalizou.