quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Tempo de propaganda de alguns presidenciáveis poderá ser acumulado

Foto: Divulgação
Candidatos que têm direito a menos de 30 segundos por bloco podem fazer acordo para acumular os segundos e, dias depois, aparecer por mais tempo na propaganda em rádio e TV
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu autorizar uma espécie de flexibilização no horário eleitoral da propaganda de candidatos à Presidência da República. Os nanicos vão poder fazer uma espécie de “poupança” de segundos para poder aparecer por mais tempo – até 30 segundos – no horário eleitoral. A flexibilização, porém, vale apenas para os oito presidenciáveis que terão direito a menos de 30 segundos por bloco, que terão de fazer um acordo entre si sobre a compensação de tempo.
A proposta de acumulação de tempo foi apresentada pelo Instituto Brasileiro de Direito Eleitoral (Ibrade), que defende a possibilidade de os partidos com pouco espaço no horário eleitoral “juntar” os poucos segundos a que tem direito por bloco diário para acumular um tempo de 30 segundos.