quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Começa nesta sexta (31), o horário eleitoral


Os eleitores terão mais uma oportunidade para conhecer as propostas, ideais, projetos e o pensamento dos candidatos à Presidência da República, aos Governos Estaduais, ao Senado Federal, à Câmara dos Deputados e à Assembleia Legislativa. A legislação estabelece que os candidatos apresentem, por meio do rádio e da televisão, entre 31 de agosto e 4 de outubro, a propaganda como estratégia para conquistar o voto dos eleitores.
Com uma campanha curta e pouco tempo de agenda para visitarem os 184 municípios do Ceará, os candidatos têm no rádio e na televisão os canais que podem encurtar a distância com os eleitores na caminhada rumo às urnas no dia 7 de outubro. São cinco postulantes ao Governo do Estado e 11 ao Senado Federal.
Entre os candidatos ao Palácio da Abolição, Camilo Santana, que reúne uma coligação com 16 partidos, terá, a cada bloco de propaganda, 6 minutos e 18 segundos. Camilo terá, também, entre 31 de agosto e 4 de outubro, 606 inserções, com duração de 30 segundos. As inserções são pequenas mensagens que entram na programação das emissoras de rádio e televisão.
Com o segundo maior tempo da propaganda, está o General Theophilo, da coligação PSDB-PROS, com 1 minutos e 55 segundos e mais 210 inserções. O professor Ailton Lopes (PSOL/PCB) fica com 17 segundos e 31 inserções. O candidato Hélio Gois (PSL) tem 10 segundos, enquanto Gonzaga (PSTU) e Mikaelton (PCO) ficam, cada um, com 9 segundos e 16 inserções.