quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Bolsonaro lidera seguido por Marina, no cenário sem Lula


Em resultado semelhante ao da pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo divulgada na última segunda-feira.(20),  Datafolha divulga resultados sem Lula, traz um cenário mais confortável para Marina Silva, que abre seis pontos de vantagem sobre Ciro Gomes, fora da margem de erro.

Cenário Haddad no lugar de Lula
Jair Bolsonaro (PSL) – 22%
Marina Silva (Rede – 16%
Ciro Gomes (PDT) – 10%
Geraldo Alckmin (PSDB) -9%
Álvaro Dias (Podemos) – 4%
Fernando Haddad (PT) – 4%
João Amoêdo (Novo) – 2%
Henrique Meirelles (MDB) – 2%
Guilherme Boulos (PSOL) – 1%
Cabo Daciolo (Patriota) – 1%
Vera (PSTU) – 1%
João Goulart (PPL) – 1%
Eymael (DC) – 0
Brancos e nulos – 22%
Não sabe – 6%

Na pesquisa Ibope, no cenário sem Lula, Bolsonaro lidera com 20% das intenções de voto. Marina Silva possui 12%, contra 9% de Ciro. Alckmin vem logo atrás, com 7%. Como a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos, isso significa que Marina está tecnicamente empatada com Ciro. O pedetista, por sua vez, também está tecnicamente empatado com Alckmin.
No Ibope, Haddad também aparece com 4% das intenções de voto. Nulos e brancos somam 29% e indecisos, 9%. Ou seja, a taxa de não-voto chega a 38%, ao passo que no Datafolha é de 28%.
No cenário com o ex-presidente, Lula lidera com 37% das intenções de voto. Nesta hipótese, Bolsonaro teria 18%, Marina, 6%; enquanto Ciro e Alckmin estariam numericamente empatados com 5%.
Uma das principais diferença entre as duas pesquisas diz respeito ao tamanho da amostra. O Ibope ouviu 2.002 eleitores em 313 municípios, entre 17 e 19 de agosto. Já o Datafolha pesquisou uma amostra bem maior: 8.433 entrevistas, quantidade de questionários muito acima do que normalmente é aplicado.
A pesquisa Datafolha foi aplicada em 314 municípios entre segunda e terça-feira (20 e 21/8). A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TSE com o número BR-04023/2018.
(O Povo)