quinta-feira, 7 de junho de 2018

Vice-prefeito de Uruburetama é indiciado por crime de extorsão

Mais um desdobramento do caso envolvendo grupo político de oposição da administração de Uruburetama.
Desta vez, deu-se andamento ao indiciamento do vice-prefeito de Uruburetama, Dr. Artur, pelo crime de extorsão mediante chantagem contra o prefeito Dr. Hilson Paiva.
Além do vice-prefeito, também foram indiciados criminalmente por extorsão o vereador Alexandre Nery, que é filho do vice-prefeito, e sua esposa, Sandra.

Entenda o caso:

Em março, o empresário Leonardo Bezerra de Castro Melo foi gravado ao chantagear o prefeito de Uruburetama, Dr. Hilson, e a primeira-dama Graça Paiva. Em uma reunião com os dois, ele disse estar com fotos e vídeos comprometedores, em que o gestor — que é médico ginecologista — aparece fazendo sexo com supostas pacientes.
Segundo Boletim de Ocorrências registrado na época, o empresário Leonardo Beserra informou que tinha em mãos fotografias e vídeos íntimos do prefeito Hilson em seu consultório com uma suposta amante e, caso o prefeito não assinasse uma carta de renúncia ao cargo do executivo municipal, o material seria divulgado na mídia. Leonardo Bezerra afirmou que realizou a extorsão a mando do vereador Alexandre Nery (filho do Dr. Artur) e da nora do vice-prefeito, Sandra.