sexta-feira, 8 de junho de 2018

Pesquisa - Arnon, Zé Aílton Brasil, Moésio Loiola, Ednaldo Lavor e Simão Pedro estão entre os melhores prefeitos do Ceará


Os prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB); Zé Aílton Brasil (Crato) e Moésio Loiola (Campos Sales), Ednaldo Lavor (Iguatu) e Simão Pedro (Orós) , estão entre os melhores prefeitos do Estado do Ceará, de acordo com o resultado de pesquisa divulgada nesta quinta-feira (07), em Fortaleza, após apuração dos votos de um colegiado de jurados e de internautas.

A apuração dos votos foi realizada na Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, sendo presidida pelo radialista Antônio Viana, Dr. Paulo César do TCE e Roberto Farias, promotor do evento. Também participaram do processo de escolha, através do voto secreto, diversos profissionais na área de comunicação – radialistas e jornalistas.

Os 35 melhores prefeitos escolhidos foram avaliados através dos critérios de probidade administrativa, projetos viabilizados, indicadores sociais, obras realizadas, prestação de contas apresentadas, convênios de cooperação técnica, divulgação, tratamento ao funcionalismo, cumprimento de promessas, capacidade de captação de recursos, reconhecimento popular, entre outros.
AGRACIADOS
A relação dos 35 melhores prefeitos cearenses, na ordem de votação, é a seguinte: Fortaleza, Mombaça, Sobral, Canindé, Pedra Branca, Russas, Acopiara, Iguatu, Solonópole, Caucaia, Granja, Juazeiro do Norte, Coreaú, Camocim, Orós, Cedro, São Benedito, Umirim, Nova Russas, Crato, Eusébio, Icó, Itarema, Itatira, Maracanaú, Lavras da Mangabeira, São Gonçalo do Amarante, Várzea Alegre, Redenção, Acaraú, Aquiraz, Campos Sales, Cariré, Jijoca de Jericoacoara e Parambu. A festa de entrega dos diplomas acontece no dia 02 de julho, no La Maison Dunas, com a presença dos prefeitos e seus representantes, além de gestores do Estado do Ceará.
Para chegar a esse resultado dos melhores prefeitos, foi realizada também votação pela Internet, com a participação de 43.480 votos válidos. A comissão apuradora esteve reunida no último dia 26 de setembro do ano passado, na Assembleia Legislativa, tendo como integrantes representantes de tribunais, casas legislativas, as universidades e a imprensa.