terça-feira, 22 de maio de 2018

Seminário Internacional sobre Segurança Pública mobiliza pesquisadores e Poder Público


O Seminário Internacional sobre Segurança Pública reunirá na Assembleia Legislativa, do dia 5 a 8 de junho, pesquisadores, representantes de entidades civis e do Poder Público para discutir a temática que mobiliza atenções em todas as esferas.
Em reunião realizada na noite de ontem (segunda,21), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), ressaltou a importância de envolver os diversos segmentos sociais no debate. Estavam presentes ao encontro representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas, Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará, Secretaria do Esporte, da Academia Estadual de Segurança Pública do Estado do Ceará, além do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da AL, realizador do evento.
“É um Seminário de interesse de todo o Brasil e, especialmente, do Estado do Ceará”, afirmou o parlamentar, acrescentando que a expectativa é de que seja produzido um grande documento com as melhores ideias desse encontro de pensadores para ser entregue ao povo brasileiro e cearense.
Zezinho Albuquerque destacou a presença no seminário do ministro Extraordinário da Segurança Pública no Brasil, Raul Jungmann, quando discutirá, entre outros temas, o HUB da segurança pública no Ceará. Citou ainda a participação de prefeitos de estados do Nordeste e presidentes de Assembleias Legislativas também, além de convites para os secretários de segurança de todos os estados.
Para Alexandre Ávila, secretário adjunto da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), “a pluralidade da discussão possibilita a troca de informações entre os diversos poderes, Executivo, Legislativo, Judiciário e favorece uma construção de novas alternativas para o campo da segurança pública como um todo a curto, médio e longo prazo”. Segundo ele, a participação de especialistas de todo o país e de outros países da América Latina fortalece ainda a necessidade de compartilhar informações sobre um tema que é uma das principais pautas da sociedade brasileira.
O titular da Secretaria do Esporte do Ceará, Euler de Oliveira Barbosa, afirmou que a Assembleia dá um passo muito importante ao reunir governo, sociedade civil e especialistas para debater a segurança. “A gente já tem um trabalho focado para unir o esporte como instrumento de combate à violência”, comentou o secretário.
Will Almeida, titular da Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas, indicou que a AL levanta um tema muito relevante e que possui relação direta com a área em que atua. Ao lembrar a parceria da AL com o programa Ceará sem Drogas, Will Almeida ressaltou a importância do foco em prevenção.
Com a presença de pesquisadores de países como Colômbia, México, Portugal e de estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Pernambuco e do próprio Ceará, o Seminário contará com conferências, fóruns e mesas em que será possível compartilhar experiências exitosas, discutir problemas e obstáculos e construir caminhos possíveis para a área.
Segundo o deputado Zezinho Albuquerque, a programação foi composta a partir das importantes indicações e contribuições das universidades, que serão mobilizadas para participação massiva nos quatro dias de evento. O Seminário Internacional tem apoio técnico-científico de professores da Universidade Federal do Ceará (UFC), da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e da Universidade de Fortaleza (Unifor).
As inscrições para a participação no Seminário Internacional sobre Segurança Pública da Assembleia Legislativa serão realizadas em breve. O evento é aberto ao público.