quarta-feira, 23 de maio de 2018

Prefeitura e sindicato buscam acordo para pôr fim a greve dos servidores em Juazeiro


A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Procuradoria Geral do Município (PGM), Gabinete do Prefeito (GAB), Controladoria Geral do Município (CGM) e Secretaria de Saúde (Sesau), se reuniu na segunda-feira (21) e ontem (terça-feira,22) com representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro do Norte (Sisemjun) e Sindicato Regional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate ás Endemias (Sindracse).
Estiveram presentes o Chefe de Gabinete, Nildo Rodrigues, o Procurador, Micael François, a Secretária de Saúde, Nizete Tavares, e outros servidores. O encontro teve como objetivo principal o diálogo sobre as solicitações feitas pelas classes e assim chegar a um consenso que leve ao fim da greve.
Ficou acordado uma resposta por escrito por parte da Prefeitura e, depois disso, em uma nova reunião, a meta é chegar a um diálogo final sobre as propostas. “Vamos avaliar com as finanças e a contabilidade, porque para dar essa resposta nós temos que fazer os estudos de impacto financeiro, e isso demanda um certo tempo, mas pretendemos fazer isso o mais rápido possível”, destacou Micael.
Aumento salarial
A administração vem dialogando com a classe desde o início do ano e ouvindo seus anseios. Em abril foi aprovado pelo Legislativo a proposta do Executivo que propôs aumento com base nos reajustes concedidos pelo Governo Federal e Estadual. Para os professores o reajuste foi de 6,81% retroativo a 1° de janeiro de 2018 e de 3% para os demais servidores, retroativo a 1° de março de 2018.
A decisão gera um impacto mensal na folha de pagamento de R$ 750 mil. “Isso só foi possível porque o Município tem buscado manter organizada as suas finanças, equilibrando os gastos com pessoal e também vem buscando arrecadar os seus tributos para conceder um aumento dessa natureza”, destacou o secretário de administração e Finanças, Evaldo Soares.
(Assessoria de Imprensa)