segunda-feira, 28 de maio de 2018

Funcionário denuncia esquema criminoso instalado da Câmara Municipal de Santana do Cariri


O Ministério Público Estadual já está em poder de documentos e de uma gravação feita por um funcionário da Câmara Municipal de Santana do Cariri, no qual, ele expõe esquema criminoso de desvio de dinheiro dos cofres da Câmara Municipal para beneficiar o ex-presidente Gildo Lopes, hoje prefeito interino de Santana do Cariri, seu irmão o empresário Pedro de Gerson e vereadores amigos dos dois.
Na narrativa do funcionário Francisco Leopoldino, o "Léo do Bar", o esquema inescrupuloso funcionava da seguinte forma:
O vereador que não indicava pessoas para ocuparem cargos na Câmara Municipal de Santana do Cariri, recebia pelo funcionário que não indicara, ou seja, o dinheiro era depositado na conta dos funcionários, que por sua vez, retiravam no banco e repassavam para o Pedro de Gerson e Gilson Lopes, que por sua vez, repassavam para o vereador.
Afirma ainda em seu depoimento gravado (confira o áudio abaixo), que Pedro de Gerson, pai do candidato a prefeito de Santana do Cariri, Pedro Henrique, pagava funcionários da câmara, mas na verdade, eles trabalhavam de fato em uma fazenda do empresário, mas recebia pela câmara municipal.
O áudio e demais documentos já estão de posse do Ministério Público Estadual que tomará as medidas criminais cabíveis.
O blog tentou localizar o prefeito Gildo Lopes, o empresário Pedro de Gerson, mas não os localizou. Também foi tentado contato nesta segunda-feira (28), com o atual presidente da câmara, vereador Arclébio, mas seu celular estava desligado ou fora da área de cobertura.

Confira o áudio: